RENATO MURILO É O VENCEDOR DO PRÊMIO ABQCT DE ESTÍMULO AO ESTUDO Associação Brasileira de Químicos e Coloristas Têxteis
RENATO MURILO É O VENCEDOR DO PRÊMIO ABQCT DE ESTÍMULO AO ESTUDO

Formado em Engenharia Têxtil pelo CETIQT, o recém-formado deve viajar em janeiro de 2008.





“Quando recebi a notícia, fiquei sem ação. Ajoelhei-me e agradeci a Deus. Ficou todo mundo sem entender nada”. Assim foi a reação do primeiro colocado Renato Murilo de Carvalho Guimarães, formado pelo CETIQT - RJ. Em meio a uma prova que pensou estar “atrasado”, já que sua parceira havia terminado o teste e ele nem havia chegado à metade, saiu de cabeça baixa pensativo. “Com uma oportunidade dessas. Como pude deixar passar?”

O destino mostrou a ele que sua competência não veio apenas com a primeira colocação do Prêmio ABQCT de Estímulo ao Estudo. O jovem retraído em um primeiro contato mostra-se bastante extrovertido após uma boa conversa sobre o que mais gosta de comentar: suas questões profissionais. Ele conta que a sua primeira experiência profissional foi no Centro Brasileiro de Pesquisas Físicas no Rio de Janeiro, como bolsista de iniciação científica pelo CNPq, orientado pelo Prof. Dr. Carlton A. Taft. Lá descobriu a nanotecnologia e, assim, pôde aplicá-la em pesquisas na área têxtil, tornando-se o tema de sua tese de conclusão de curso no CETIQT, trabalho que lhe proporcionou apresentar uma palestra no Congresso Nacional de Técnicos Têxteis (CNTT 2006).

Pelo CETIQT no projeto FORTEX, programa que visa realizar a integração empresa-aluno, estagiou na Companhia Cedro Cachoeira em Pirapora, Minas Gerais, onde realizou um projeto de implantação de tratamentos térmicos em fios flammé e multicount com a finalidade de melhorar a eficiência da tecelagem. “Foi muito proveitoso, pois pude aplicar de forma teórica e prática conceitos recentemente estudados na faculdade”, ressalta.

No ano passado em 2006, antecipou o décimo período da faculdade e retornou para o Recife para estagiar na SANTISTA TÊXTIL na unidade de Paulista, Pernambuco, onde realmente descobriu o papel do engenheiro na indústria. Adaptou-se ao chão de fábrica e pôde aplicar seu conhecimento na área de fiação, uma das cadeiras de que mais gostava na faculdade. Realizou projetos na parte de manutenção, o que lhe favoreceu muito como complemento da teoria.

Em seguida, foi contratado como Engenheiro Trainee na SUAPE TÊXTIL, também em Pernambuco, empresa na qual trabalha até hoje e que tem o veludo como produto principal. “Devo muito a esta empresa, pois pude colocar em prática muito do que eu aprendi na faculdade. Tornei-me líder do Laboratório químico e desenvolvo diversos projetos na parte química. Lá, eu realmente aprendi a gostar de química e a liberdade de aprendizado e de aplicação de idéias que minha Chefe Jennifer Gay proporciona está sendo fundamental para o meu crescimento profissional.”, enfatiza Renato com gestos de alegria em meio aos sorrisos e completa: “Não é puxa-saquismo, é sério!”.

Bem humorado, Renato ainda enfatiza o apoio dado pelo CETIQT. “Tínhamos um bom programa de integração e, após um ano, eu já estava adaptado. O CETIQT é uma excelente faculdade que, além da experiência de conviver com pessoas de diversos estados e culturas, possui uma grande estrutura nos possibilitando conhecer todas as áreas da cadeia têxtil, da teoria à prática, além, é claro, da integração com os nossos futuros clientes, os designers de moda, permitindo um engrandecimento profissional sem igual”.

A viagem do vencedor já está marcada para janeiro do próximo ano e o recém-formado garante: “A máquina fotográfica já está na mala. Quero registrar todos os momentos”.
Parceiros ABQCT
Global Hanier TIQ ITMA

Copyright 2009 - 2013. Todos Os Direitos Reservados. ABQCT